“Os Condenados de Shawshank” é um dos meus filmes favoritos. Provavelmente já viu. Mesmo assim, vale a pena ver de novo!

É um filme de 1994 com Tim Robbins e Morgan Freeman (que faz bem de Deus, de Mandela e do que quiser). Conta a história de um banqueiro que é condenado a prisão perpétua pelo (alegado) assassínio da sua mulher. O filme passa-se quase todo na prisão. Com este resumo não seria uma das minhas primeiras escolhas de filmes para ver e já não me lembro como é que o acabei por ver.

Ainda bem que o fiz pois é um filme inspirador, onde a esperança, inteligência, a capacidade de planeamento, auto-controlo e persistência em ambientes adversos são levados ao limite. Tem momentos divertidos e acaba bem o que prova que os filmes não têm que ser sujos, feios e terminarem mal para serem muito bons!