Não tenho mérito nenhum neste post e nesta ideia! Achei muito interessante quando a li num artigo do Seth Godin e por isso traduzo e partilho.

Faça duas listas. Numa delas, identifique as queixas, desrespeitos e rompimentos que correram mal:

  • Pessoas que não gostam de si.
  • Negócios que deram errado.
  • Expectativas não razoáveis.
  • Situações más.
  • Resultados infelizes.
  • Injustiças.

Tudo é legítimo, é tudo real. Não se contenha.

Na outra lista, anote os privilégios, vantagens e oportunidades que tem:

  • Os lugares onde obtém o benefício da dúvida.
  • Onde tem influência e põe coisas as mexer.
  • As coisas que vê que os outros não.
  • O que funciona e o que funcionou.
  • Os recursos que pode usar.
  • As coisas que sabe.
  • As pessoas que confiam em si.

Agora, pegue numa lista e coloque-a numa gaveta.
Pegue na outra lista e cole-a no espelho da casa de banho.

Leia a lista na gaveta uma vez por mês ou uma vez por ano, apenas para lembrá-lo.

Leia a outra lista todos os dias.

A lista diária determinará onde está a sua atenção, como interpreta o que vê e a história que conta sobre o que está a acontecer e vai acontecer.

Pode escolher onde vai colocar cada lista o que é possivelmente a coisa mais importante que fará hoje.