Conseguir o emprego que o satisfaça pode ser um trabalho a tempo inteiro. Além de fazer um CV e uma carta de apresentação que o distingam e conseguir convencer o potencial empregador de que “é a pessoa certa”, fazer uma gestão das suas candidaturas de um modo profissional é essencial.

O registo das candidaturas e anúncios

Já sabe que cada empresa é uma empresa e que deve adequar o seu CV e sua estratégia a essa empresa (veja o artigo 10 erros fáceis de corrigir no seu CV).

É também importante que mantenha um registo das candidaturas e anúncios a que respondeu para que recorra a essa informação em várias situações:

  • Quando for chamado para uma entrevista saber qual foi a posição a que respondeu, com quem falou, que versão do CV enviou, etc. ou seja, mostrar que está mesmo interessado;
  • Para fazer seguimento caso não tenha resposta;
  • Para ao longo do tempo ter o histórico da sua relação com essa empresa;
  • Para no futuro, quando voltar a procurar emprego, poder recorrer a essa informação e contactos.

À medida que vai submetendo CVs e cartas de apresentação pode ir mantendo um registo dessa informação, por exemplo numa folha de cálculo tipo Microsoft Excel.

Compile registos das posições às quais concorreu como por exemplo a cópia dos anúncios, datas, contactos, referência para a versão de CV enviada, informação sobre a empresa.

Por vezes vai ser chamado para uma entrevista muito depois de ter enviado o CV e é fundamental não passar a mensagem de que já nem se lembra de ter concorrido (deseja fazer parte da equipa dessa empresa ou deseja um emprego numa empresa qualquer? Se estivesse a contratar pessoas com estes dois perfis, qual escolheria?).

É imprescindível que releia esta informação antes da entrevista. Além disso, esta informação pode vir a ser-lhe útil da próxima vez que procurar emprego.

Exemplo de registo

organizar-candidaturas-emprego

Mantenha um registo de TODAS as posições a que se candidatou incluindo:

  1. A posição/função à qual se candidatou;
  2. A empresa à qual se destina a candidatura. Por vezes esta informação não é disponibilizada nos anúncios;
  3. Registe se é uma candidatura espontânea, resposta a um anúncio, a um contacto ou outra;
  4. A data em que enviou a candidatura;
  5. Referência do anúncio: registe a data do anúncio, fonte (por exemplo o nome do jornal), referência (por vezes os anúncios têm um número associado). Esta informação é importante para referir o anúncio corretamente na carta de apresentação;
  6. Se enviou a candidatura para uma pessoa em particular, registe os contactos dessa pessoa.
  7. O estado da aplicação (submetido, espera entrevista, rejeitado). Esta informação permite-lhe filtrar quais são as candidaturas a que já foi chamado para entrevista, as quais já realizou entrevista e espera resposta, etc.

Guarde os documentos em pastas organizadas

Guarde os documentos referentes à candidatura numa pasta individual corretamente identificada com data e nome da empresa (ano-mês-dia-empresa). Ao nomear assim as pastas, estas ficarão automaticamente organizadas cronologicamente.

organizar-pastas-cv

Pode até criar um link para essa página dentro de uma das células da folha de excel.

Deve guardar pelo menos os seguintes documentos: cópia do CV enviado, cópia da carta de apresentação, cópia do anúncio e e-mails trocados.

É importante conseguir identificar rapidamente qual foi a versão de CV e carta de apresentação enviados para na altura da entrevista rever essa informação. Não se esqueça que pode (e deve) ter versões diferentes de CV para diferentes posições.

Guarde os contactos

Durante o processo de seleção contactará com várias pessoas da empresa como por exemplo membros das equipas de Recursos Humanos e da área para a qual a posição se destina. Guarde os contactos destas pessoas pois podem vir a ser relevantes neste processo ou noutro no futuro.